jul 052014
 

Bença! Rasteira Envergada! Martelo! Meia-lua! Rabo de Arraia!

Horror eterno caríssimos ouvintes! O mês de Julho no Podtrash será o mês dos vice-campeões de Chorumes! Ou seja, vocês receberão quatro episódios que muitos de vocês votaram para virarem episódios do mal! E para iniciar  a festa, nada melhor que o Esporte Sangrento, protagonizado pelo grandioso Mark Dacascos!

Então aumente seus iPods porque mais um Podtrash está no ar!

Duração: 83’30
Média TD1P: 3,666

ELENCO

ARTE DO BANNER

CONVIDADO ESPECIAL

EXTRAS DESTE PODTRASH
OFF-TRASH

TRILHA DESTE PODTRASH

CONTATOS DO PODTRASH
CAPA DESTE PODTRASH
201 Only the strong
  • Kevin

    Um CRÁSSICO das tardes do S BesTeira !

  • Scheldon Fernandes

    Quando vi a capa pensei que seria um episodio sobre flashdance (ou sobre algum clip do backstrett boys).
    Como sou o especialista em porrada marcial de contato só vou postar o meu comentário amanha pra dar tempo de revisar o texto.

    • Ha! No aguardo!

    • Edson Oliveira

      Já aviso que não considero pião e bafo como artes marciais de contato.

  • Henry Rodriguez

    New Kids On The Block fizeram filme?!

  • Henry Rodriguez

    Don’t play with my cu!

  • Adorador_do_Capeta

    Continuem morrendo, vermes malditos!!!
    vemo-nos no inferno.

    • Kevin

      Que rebeldia xovem !

      • Adorador_do_Capeta

        MORRA!!!

  • Henry Rodriguez

    Bate aqui!

    • Opa! Tem Podtrash do Double Dragon! Escute e comente!

    • Exumador Vermelho

      Marc Dacascos de roupa comunista 😀

  • Nilda Alcarinquë

    Mal comecei a ouvir, mas espero uma grande análise deste filme que vi várias vezes.
    A proposta educacional de combate à delinquência com esportes defendida neste filme foi mal compreendida pelos educadores caretas.
    Se tivessem adotado esta prática hoje em dia teríamos menos e mais brigas de ruas ao estilo street figther

  • ferxnomath

    Almighty tá certo, quando criança pensava que este filme era do Van Damme!

  • Cidão Oliveira

    eu faço parte do clã daqueles que já consideraram esse filme como sendo do Van Damme

    • Vocês não tem noção de profundidade de atuação. Van Damme é 1000 vezes superior ao Dacascos.

  • Erika Ribeiro

    Lindo remake de Ao Mestre com Carinho <3

    • Don Ramon

      justo

    • Gorgonzola

      Ao mestre com porrada.

  • Nicolas Machado da Rosa

    os 6 milhoes foram usados na arma

  • Don Ramon

    Mestre Dacascos

    O cara é mito, anos 90 na sua cara.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Exumador Vermelho

    Viva a revolucion do Paranaue!! Viva Marcos Doscascos!

  • Jean Magalhães

    Ótimo episódio como sempre caras, é a primeira vez que comento mas já acompanho faz tempo esse culto terrorista do mal. Os senhores citaram Sérgio Malandro como lutador de Karatê, mas na verdade ele é faixa-marrom de Jiu-Jitsu e obteve esse grau tendo aulas com ninguém menos que o mestre Carlson Gracie… pois é quem vê aqueles GLUGLU e IEIÉ nem imagina.

    • Scheldon Fernandes

      Curioso que o Carlson teve uma porrada de alunos sinistros, dentre eles cito o Frota.

      • Isso se chama marketing hahahahahaha

        • Scheldon Fernandes

          Marketing era o que São Helio Gracie fazia.

          • Edson Oliveira

            O legítimo Marketing Agressivo.

    • Sério? Eu jurava que era Karatê. Ao menos é o que lembrava da entrevista que ele deu no Jô (ou algum talk show pela do Letterman).

  • Aslanterna Verde

    Teremos um julho vascaíno!!! E a promessa de mais um Cage no podtrash!!!

    Meu caríssimo Gunter, creio que “O Sacrifício” (The Wicker Man, 2006) foi o segundo do chorume Cage? Há alguma chance de “O Homem de Palha” (The Wicker Man, 1973) ganhar um cinecast da vida (não acho que ele cabe como trash)?

    Lembro-me de ter assistido a versão Cage no ano passado, o que me gerou uma discussão do filme em relação ao original. Aparentemente, roteirista, diretor e toda a equipe não entenderam o filme original, resultando em uma versão bizarra e vazia de um filme que originalmente trazia boas reflexões sobre nossa cultura e origem de nossos valores, regendo comportamento, o papel da religião numa sociedade, dentre outras coisas…

    E tem Christopher Lee…

    http://youtu.be/Mx1oU1IiZ3k

  • Bruno Tênis Verde

    Este filme mostra que uma revolução de costumes prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes dos procedimentos normalmente adotados!

    Grande programa!!

    • Iulianus Gomes

      So que nao!

    • Gorgonzola

      Não entendi o que vosmecê escreveu.

    • Shinkoria

      Nuke the whales!!!!

    • Como diria o meu irmão: “Vá cagar no mato Bruno!”

  • Felipe Parra

    Ouvindo este Podtrash lembrei do salto no vácuo com joelhada do mal do Sawamu, o Demolidor!!!

    Segue aqui a abertura do anime…creio q o Bruno e o Douglas lembrem que passava na Record, pois assim como eu, são velhos pra caceta, heheheheheh

    https://www.youtube.com/watch?v=QJC6IXu-RmA&feature=kp

    • Nilda Alcarinquë

      Sawamu!!
      Gostava muito deste anime, que na época eram chamados apenas de desenhos japoneses.

      Sim, tenho idade suficiente pra ter visto ele na TV, e várias vezes

      • Aslanterna Verde

        Para os povos que viveram em Arda, esse tempinho não é nada!!!

    • O mestre do Chute-boxe!

    • Edson Oliveira

      Eu assisti várias vezes, sendo que, da primeira, passava sábado à noite. Saudade daquela época. Sawamu aos sábados, e A Princesa e o Cavaleiro aos domingos.

  • Meeeeeedo…

    Estou ouvindo e muito bom o programa. A representação do Brasil e da cultura brasileira realmente é algo…….

    A ideia de usar artes marciais na escola poderia ser bem interessante mesmo e houveram experiências usando até a Capoeira mesmo nos EUA, mas ai o filme vira um KaraTrash ParanauKid Vuduzento do Mal…

    Tudo de bom!

    Tiago
    RandomCast – http://randomcast.com.br
    Nerdópole – http://nerdopole.com.br

  • misterjeny

    Olá,caros trasheiros tatuados de beverly hills!sei que vocês não tem a obrigação de conhecer á fundo uma das heranças culturais mais importantes do brasil,e reconhecida pelo mundo inteiro(ainda que desprezada pelos brasileiros.)
    mas vai lá um pouco de história:assim como as artes marciais chinesas,a capoeira não tem efetivamente um criador ou local de nascimento exato.no entanto,as 3 ramificações mais importantes tem a sua linhagem conhecida.
    são elas a capoeira de angola(a citada pelo Demetrius!)embora um pouco descaracterizada com o tempo é a de movimentos curtos,lentos e precisos.
    a capoeira regional bahiana,criada pelo renomado Mestre Bimba,consciste de movimentos rapidos e duros,ela é baseada na capoeira primitiva e o batuque(luta marcial já extinta muito comum aos negros da bahia em meados do sec19) mestre bimba em companhia de um de seus alunos,que praticava outras artes marciais,aprimorou a capoeira com base em contra-ataques á golpes provindos de outro lutador marcial.criou metodologia,sequencias efetivas e graduações.
    Já a capoeira que é conhecida hoje em dia é chamada de Contemporânea.ela se baseia na metodologia e golpes da capoeira regional mais acrobática e plástica,tendo como matriz as apresentações dos capoeiristas de rua baianos.
    só um adendo,no Rio de janeiro houve algumas formas de capoeira(praticada pelas temidas maltas)ela não era baseada na musicalidade(berimbau,atabaque,pandeiros,agogó)essas caracteristicas musicais provém da bahia. o fato de a documentação histórica constar Rio de janeiro(como exumador bem disse!)como um dos 1° focos da luta(não dança!!!) deve-se ao fato de que,quase 99% dos documentos anteriores ao fim da escrávidão foram destruidos pelo governo(Rui barbosa.)
    A capoeira é praticada, hoje em dia, no mundo todo e de lugares tão distintos como israel ou japão,todos gringos praticantes aprendem o português e muita coisa da cultura brasileira.já aqui no brasil a galera gosta de desvalorizar oque é seu (é dança,coisa de preto,de favela etc…e é um pouco de tudo mesmo)enfim.
    ps:desculpe o tamanho mas achei nescessário a informação,e ,antes que me esqueça.o Paraná da musica:paranauê,é uma homenagem ao mestre baiano Paraná(e não ao estado homônimo.) abraços.

    • Aslanterna Verde
    • Scheldon Fernandes

      Só acrescento que o Mestre Bimba é a figura mais importante da capoeira, para além de sintetizar e organizar a capoeira sobre uma única bandeira e lhe aprimorar o aspecto pedagógico (muito semelhante ao que Funakoshi fez ao To De transformando ele no karate que conhecemos hoje) mas principalmente por trazer ela para as massas, se antes ela era algo mau visto e até proibida, foi graças a propaganda positiva de Bimba que ela conseguiu o seu merecimento.

      P.S: Isso do brasileiro não valorizar o que é seu vem infelizmente da síndrome de vira-lata que incutiram no nosso povo, veja que até o jiu-jitsu tem que propagandear mais a sua origem japonesa do que a Brasileira.

    • Muito boa a informação que você trouxe. Essa do Rui Barbosa foi triste mesmo….

      Tudo de bom!

    • Esse comentário de misterjeny merece ser lido na integra no Lado B de Julho, com o complemento do comentário de Scheldon.

  • Iulianus Gomes

    Paranaue! Paranaue!

    • Anjo Negro Azul

      Paraná!

  • Gorgonzola

    Quando eu vi essa merda a primeira vez, no “Cinema em Casa”, REALMENTE achei que era o Van Damme.

  • Sim!
    Fantahdigo!
    Mais um filme inesquecível do Cinema em Casa. A molecada da rua toda quis treinar capoeira depois de assistir esta pérola.
    Inclusive, tenho um primo que me obrigava a assistir este filmaço do Mark Dacascos toda vez que ia a sua casa.
    Uma pena que essa moda da capoeira ficou só nos anos 90.

    Saudades do grande Mestre Boneco, o capoerista mais gato do mundo!

    Que triste…

  • Muito divertido o episódio, com participação do ninja sorrateiro do Podtrash, Edson Oliveira.
    Lembro de ter assistido esse filme em algum tempo durante uma sessão da tarde por pura falta de cautela, naquele tempo ainda não sabia quem era o mitológico Mark Dacascos.
    Vocês falaram rapidamente do Filme Besouro, mas vale muito a pena assistir, quem sabe até um episódio no Podtrash. http://youtu.be/q-t5cL-Pdfw
    Aqui tem ele completo.

    • Scheldon Fernandes

      Como eu odeio esse filme.

      • Scheldon, esse é o melhor filme de capoeira, e o melhor filme de arte marcial, já feito no Brasil, até hoje.
        Poderia ser melhor, poderia, mas é o que tem pra hoje, por isso, talvez, mereça um Podtrash e a zoação costumeira de Exumador.

        • Scheldon Fernandes

          Nem vem, o filme mostra um capoeira que não tem nada a ver com a praticada na época, mostra um pastiche da cultura afro, transforma a questão racial em um filmeco juvenil com direito a cara se bandeando pro lado do vilão porque perdeu a mulhezinha, com tirando o ator que interpreta o Ogun o filme tem atuações ruins, e a cereja do bolo é tirar toda a filosofia particular da capoeira com a mandinga e o “maldade” e colocar um enlatado Sr. Miague de segunda no lugar, esse negocio é uma ofensa.

          • Acho que entendi seu ódio ao filme, Scheldon, você criou uma expectativa e o filme te entregou algo diferente do que você esperava, seu ódio é explicável.
            Mas quanto a seus argumentos não posso concordar, já que o filme é de entretenimento, um drama de ação, ele não tem mais comprometimento com filosofias, veracidade das lutas ou realidades históricas do que os Karate Kid tem com o Karatê, Kung Fu,etc.
            O filme tem mais problemas com os atores e com o ritmo do que com essas questões, e mesmo assim me divertiu bastante.
            E acho que o personagem ao qual você se referiu no filme é Exu, realmente o cara mandou bem.

          • Scheldon Fernandes

            Cara, não tem nada a ver com expectativa, até porque só tive coragem de ver o filme muito tempo depois da estreia, pelo próprio youtube mesmo, a questão é que é inadmissível uma produção fazer chacota com uma das únicas identidades culturais Brasileiras, isso é abominável .

          • Bom, é a sua opinião.
            Não vi essa chacota toda que você está dizendo, e felizmente a capoeira é uma forte identidade brasileira, mas está longe de ser “uma das únicas”, o que falta é mostrarmos nossa identidade, e por que não, brincarmos com ela também.
            No mais, apesar de eu realmente achar que merece, dificilmente o filme irá virar episódio no Podtrash, tem muito filme gringo esperando na fila.

    • Eduardo Cosso

      Assisti esse filme na maior das expectativas e me decepcionei, faltou ação no filme, muito trisite o resultado final.

    • Quando eu vi o tema do programa, eu lembrei de outros dois filmes onde há lutadores de capoeira: esse filme (o Besouro) e O Protetor (onde o Tony Jaa enfrenta um Capoerista em certo momento da trama). 😀

  • macgaren

    Horror! Muito bom episódio como sempre meus caros. Filmaço que permeou os anos 90 e causou muitos estiramentos nos pobres adolescentes que saíram imitando o Grande Mark Dacascos após ver esse filme( Sim. Eu fui um deles) Mas venho aqui acompanhado dos meus advogados para exigir uma recontagem. O Bruno Canalha fez a conta errado: Exumador: 5, Demétrius 3, Almight 4, Edson 5 e Bruno 5 = 22 que dá média 4,4( São cinco participantes, não seis, canalhas!) . Aumentem a nota desse grande filme como ele merece!

    • Aslanterna Verde

      Putz, é mesmo!!!

      • Blergh

        O BRUNO ERRA A CONTA NA MAIORIA DOS PROGRAMAS

        VCS QUE NAO OLHAM ESSA MERDA DIREITO

        • Eduardo Cosso

          Poxa, como assim??? Hahahaha!!!

      • Opa! Falha minha!

        • Scheldon Fernandes

          O a CPI do podtrash.

  • Blergh

    ESSE FILME É MELHOR QUE O TIME DO BRASIL DE FUTEBOL

  • Shinkoria

    Um absurdo eu ter sido cortado da copa e deste Podtrash
    #ForçaNeymar

  • Daniel F. B. Costa

    Podtrash engraçado demais esse!

    Agora vcs tem que fazer o Grande Dragao Branco!!! Esse nao foi ainda!! Sacrilegio!!

    • Opa, valeu Daniel. Sim, O Grande Dragão merece um Podtrash com certeza.

      • Scheldon Fernandes

        Cara, eu não vejo nada de trash nesse filme, mesmo a atuação do Van Dorme esta ok, até melhoraram a historia grotesca do Frank Duks

  • Anjo Negro Azul

    O unico mestre lutador de capoeira do mal deste podcast sou eu

  • Nossa, eu fiz capoeira na infância e esse filme era muuuuito motivador hahahahahaha acho que é como um boxeador ver Rocky (claro que Rocky é um filme muito melhor, mas quando a gente é criança não ligamos muito pra qualidade). Esporte Sangrento e o Eddy do Tekken são os maiores responsáveis pela divulgação da capoeira no mundo! hahahahahahahha

  • EXUmador

    Eu sou o EXÚ-Mador e vim aqui para dizer que nem tudo que é vermelho é comunista!

  • Eduardo Cosso

    Eu aluguei esse filme na época VHS, lembro que ví entregarem a fita na locadora, esperei eles cadastrarem no computador a fita, para assim, me liberarem o filme para locar. A capinha era aquela de plastico transparente, típicas dos filmes lançados pela América Filmes, lembro que Comando Delta 2 foi lançado no mesmo estojo.

    Realmente, sou fã do Mark Dacascos, mas agora vai ser épico, com o filme que ele participou, que se chama The Extendables, filme paródia de Os Mercenário, que tem orçamento de 500 mil dólares. É escrito e dirigido por Brian Thompson, famoso por ser o caçador de recompensas da série Arquivo-X.
    Adoro esse filme, acho que assisti umas quatro vezes em VHS, mas depois de pouco tempo, já começou a ser exibido pelo SBT.
    Ótimo cast, abraço!!! XD

  • Caraca, estava dando umas olhadas no aúdio original do filme e o “português” arranhado pelo elenco é horroroso. kkk

    Alias, bem que vocês futuramente poderiam fazer um Chorume de filmes entrangeiros onde o nosso português é porcamente pronunciado. 😀

    • Exumador Vermelho

      Chorume de filmes russos!

  • Esse filme mostra que a posse capitalista nao tem relevancia quando se preza a solidaridade em uma comuna!!!

    Viva Che o guerreiro!

    • Exumador Vermelho

      Viva!

  • Scheldon Fernandes

    Dos filmes de AM acho esse o mais sincero, ele tem mais personalidade (escapa do clichê “você bateu/matou o meu irmão e agora vou te desafiar” e pega um roteiro mais palatável: um homem tentando ajudar jovens da sua comunidade) e evita de colocar filosofia de biscoito da sorte, os elementos do filme são os próprios conseitos da capoeira.
    Até me deixa espantado ver que os gringos que fizeram o filme entendem mais da nossa cultura que muito brasileiro (comparar capoeira com savate é de doer na alma) propósito bruno, por favor retire essa abominação que foi os 15 primeiros minutos do programa e mande um link pra qualquer livro do Nestor Capoeira ou do Placido de Abreu.

    Quanto ao filme em si, acho muito interessante ser apresentado um estrangeiro como mestre da capoeira, isso faz referencia aos primeiros registros históricos concretos da capoeira onde mostra que a nossa identidade cultura era reverenciada pelos estrangeiros (já tivemos essa discurso antes sobre só o brasileiro não admirar o que é seu) nos primeiros anos do Brasil império a cada 3 capoeiristas presos 1 era estrangeiro (desses a maioria eram portugueses que vieram junto da familia real) e posterior a própria família real agregando capoeiristas nas suas guardas pessoais.
    E digo mais, o herói e vilão fazem uma analogia muito boa ao conceito de “mardade” que é um dos pilares da capoeira que mestre Bimba e mestre Pastinha sempre apregoaram: “A malícia, num sentido amplo, é a maneira como o jogador “vê” e “joga” com a vida, o mundo e, especialmente, as pessoas” Nestor Capoeira, 2007

    A malícia é o conhecimento de que o mundo é cheio de adversidades e por tanto o jogador deve tomar uma postura para se defender dos perigos. Assim ela se polariza em dois pontos:
    1)com bom humor: esse bom humor são a descontração e a energia positiva que é emanada pelos outros jogadores da roda que cantam e batucam em apoio dos jogadores (agora entendeu porque o Dacascos fica mais forte quando começa a cantiga?), é o tesao pela vida, é a alegria de uma criança, é a vida que flui e sustenta o mundo.

    “Meu camarada,
    Meu camarada, o capoeira é muito mais que um lutador que dá pernada.
    Ele é um artista, sua força é a alegria de viver.
    Ele conhece a palavra-chave “Amor” e no entanto o capoeirista sabe: a maldade existe.
    Será que tu ainda não ouviu o que se anda cantando nas rodas por ai:
    Galo já cantou, já raiou o dia. ”

    2) Com “conhecimento dos homens: O “conhecimento”, sem o apoio do “bom humor”, pode se tornar muito “pesado”. Pode transformar o jogador numa pessoa incapaz de “curtir” a vida. Pois o “conhecimento” traz Poder para o jogador. E o Poder, sem “bom humor”, transforma a pessoa em alguém que só se interessa – e é completamente fascinado – pelo Poder e seus jogos. O Poder, com o dinheiro como sua faceta mais vulgar, se torna mais importante que a amizade, o sexo, o amor, a arte e as curtições. Isto é algo que acontece com bastante frequência e pode ser observado em muitos mestres e professores. Isto afasta o jogador da curtição da vida, e da essência do Jogo.

    Em uma articulação critica é o conflito entre a arte (que vem do mundo abstrato, é ligada ao divino, portadora da verdade e da vida) e o pensamento cartesiano( como os orientais costumam se referir como sendo “A ilusão do mundo real”).
    Sendo assim a película é muito boa, porem como é um filme de porrada as pessoas acabam por se fazer de cegas para os seus aspectos mais refinados, um pena.

    P.s: Maldito disqus que fica fodendo a formatação do texto.
    p.s: desculpem só comentar depois que saiu outro episodio, mas é que essa copa acabou com o meu animo.

  • Daniel Violista

    havia esquecido como esse filme é um lixo, só via versão dublada como todos, mas fiquei muito curioso em saber como é essa versão original.

  • gilmarzinho

    Silvério! Isso sim é nome de vilão. hauahuauhau
    Muito bom o episódio e melhor capa de todas, todas, TODAS!

  • Dayana Cristina Sartorio

    Carassss, como vocês ousam falar do meu filme inspiração?!
    Simmm meus queridos, eu fiz capoeira por causa desse filme, Dacascos meu herói! hehehe.
    Top demais esse programa, me diverti horrores! Vários pontos ótimos discutidos aí!
    Zum zum zum, capoeira mata um!
    Abraços!

  • Pingback: Podtrash 262 – Pacto dos Lobos()

  • Bizarro

    Um cRassico do Cinema em casa, e um cRassico da dublagem sem limites dos anos 80 (“Dança? Isso é coisa de bicha”) e como o Almighty disse, nego realmente confundia que esse filme era do Van Damme. Ganhei até uma cervejada quando provei que era com o Dacascos haha.